Cárcere de Angelia

É preciso coragem para alguém da imprensa me publicar. Reconheço o que é mais do que óbvio. Sei bem dos custos pessoais de apontar continuamente o dedo aos poderosos, aos interesses instalados e à comunicação social. Sei bem dos inimigos que vou criando. Sendo livre e descomprometido, a única coisa que me move são os valores que considero fundamentais: a honra, a verdade, a justiça e a retidão. E o desenvolvimento da sociedade. Sei que as pessoas não estão habituadas a que a provocação (da reflexão) e a assertividade estejam aliadas ao civismo e à elegância, sendo que confundem a falta de profundidade dos gritos clubísticos com coragem e vontade.

Não fico nada incomodado por não ser publicado na comunicação social mainstream. Pelo contrário, é com um enorme sentimento de orgulho e gratidão que haja um par de publicações que tenham vontade de me dar um cantinho: é aí que pertence o que escrevo. No dia em que até estes deixarem de me querer, vou continuar a proclamar as minhas verdades, nem que seja na parede escura de uma viela sem saída. Contra quem quer que seja, por mais poderoso que seja.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s