Esmola para os Santos

Estas imagens ficaram-me na memória. Foram na noite eleitoral das legislativas. Pouco antes de António Costa fazer o discurso da maioria absoluta, André Ventura e Cotrim Figueiredo faziam uma festa, como se tivessem ganho as eleições.

Quem na verdade tinha ganho, com maioria e poder absolutos, era o PS – tudo aquilo que esta “nova direita” diz combater. Mas o que importava mesmo é que a IL e o CHEGA ficaram com mais deputados, portanto mais subvenções, portanto mais assessores, portanto mais cargos e poder.

Lembrei-me de uma frase que, como candidato em outras eleições, ouvi muito nos mercados e nas ruas:
– querem é tacho!

Estes novos partidos talvez até quisessem mudar a política, mas foi a política que os mudou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s