Agora ou nunca

Sou militante monárquico desde sempre e durante a minha juventude estive especialmente ativo: criei o primeiro blog e o primeiro fórum monárquicos portugueses na internet, que foram os precursores de muitos outros. Estive em associações e institutos em serviço à causa e andei por esse Portugal fora em comitivas. Durante cerca de uma década não estive ativo, mas agora regresso. É verdade que observo tudo muito parado e com os mesmos problemas de sempre. Acima de tudo, os maiores inimigos dos monárquicos continuam a ser eles mesmos.

Sou monárquico porque acredito que é a melhor solução para um país que deixou de acreditar em si próprio e que perde um pouco da sua identidade todos dias. Sou monárquico porque, no meio da perda de valores e do triunfo da corrupção, é preciso que haja uma voz capaz de credibilizar as instituições e ser um modelo indicador d monárquico porque vivemos num período difícil da civilização e só um povo unido pela sua História pode sobreviver e renascer para a igualdade e liberdade.

Dirijo-me, pois, a todos aqueles que, de forma altruísta e séria, querem um Portugal melhor, mais solidário, capaz de ultrapassar as dificuldades e lutar pelos valores que edificaram o nosso país. Não devemos ter vergonha de ter orgulho da nossa História. Porque só com a força que demonstramos ter no passado, conseguiremos construir um futuro para os nossos descendentes. Hoje, quem se assumir como monárquico, tem o dever de utilizar todos os meios democráticos, civilizados e que nos são permitidos, para restaurar a monarquia em Portugal. Só peço, a quem quiser continuar à espera de braços cruzados, que saia do caminho e não atrapalhe. Não me importam guerras passadas e divisões artificiais – hoje renascemos para percorrer todas as estradas disponíveis do Estado de Direito democrático.

É necessário explicar aos jovens o que é a monarquia e a verdadeira História portuguesa, despertando a vontade de civismo e fraternidade. É necessário tirar os preconceitos ideológicos dos adultos e fazer ver porque os países mais evoluídos e ricos da Europa são monarquias constitucionais. É necessário tanta coisa e estamos só agora a recomeçar. Mas repito: precisamos de todos os que, sem complexos ou ideias preconcebidas, queiram voltar a ver a bandeira azul e branca hasteada. Juntos, seremos capazes do que hoje parece impossível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s